Armadilha fotográfica registrou a mamãe Índia andando com o filhote pelo Parque Nacional do Iguaçu — Foto: Onças do Iguaçu/Imagem cedida

Três novos filhotes de duas onças-pintadas foram flagrados por armadilhas fotográficas do Projeto Onças do Iguaçu, no Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

Uma das filmagens mostra a mãe Índia encarando a câmera e, em seguida, o filhote macho, com cerca de oito a nove meses de idade. Veja o vídeo.

Pelas imagens, foi possível identificar o sexo apenas desse filhote. Por isso, o projeto Onças do Iguaçu lançou uma votação, nesta segunda-feira (25), para a escolha do nome da nova onça-pintada do parque. O resultado da votação será divulgado no G1, na tarde de quinta-feira (30).

Os outros dois filhotes registrados são da onça-pintada Cacira, que já era conhecida pela equipe de pesquisadores. Mas por não conseguirem identificar o sexo, os animais ainda não receberão nomes.

Segundo a coordenadora do Onças do Iguaçu, Yara Barros, ao todo, o bioma da Mata Atlântica conta com cerca de 250 a 300 onças-pintadas. Desse total, 105 delas estão na região do Parque Nacional do Iguaçu, do lado brasileiro e argentino, conforme o último censo.

A onça-pintada é o maior felino das Américas e está ameaçada de extinção. Conforme pesquisadores, a preservação da onça garante equilíbrio ecológico na cadeia alimentar.

De janeiro de 2020 até esta segunda-feira (27), contabilizando os filhotes, o projeto registrou seis novas onças-pintadas no Parque Nacional do Iguaçu. Os novos animais são identificados por meio de análise das pintas do corpo.

Preservação da espécie

A população de onças-pintadas na região do Corredor Verde, entre o Brasil e a Argentina, é monitorada através de censos bianuais realizados simultaneamente nos dois países, pelos projetos Onças do Iguaçu e Yaguareté.

Na região do Corredor Verde, entre Brasil e Argentina, o número de onças-pintadas passou de 90 em 2016 para 105 em 2018. A capacidade de suporte estimada para a região é de 250 animais.

O Corredor Verde é o maior núcleo remanescente das sub-populações de onças-pintadas na Mata Atlântica a nível mundial.

Os resultados dos censos indicam que essa é a única população de onças-pintadas da Mata Atlântica que está comprovadamente crescendo, segundo os pesquisadores.

Censo

Desde 2009, especialistas do projeto Onças do Iguaçu realizam um censo da espécie.

No último levantamento, divulgado em novembro de 2019, referente ao resultado de 2018, foram encontradas 28 onças-pintadas no parque.

Segundo a coordenadora do projeto, a princípio, o censo de 2020 está suspenso por causa da pandemia do novo coronavírus, mas a equipe de especialistas continua estudando a possibilidade de realiza-lo no final de 2020 ou adiá-lo para 2021.

De acordo com os dados do último levantamento, o número de onças-pintadas no Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, aumentou 27% em dois anos.

Em 2016, havia 22 animais da espécie. Em 2009, eram 11 onças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here