O Paraná chegou a 101 mortes por gripe em 2019, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Conforme o boletim, divulgado nesta quarta-feira, 52,2% das mortes foram de pessoas com mais de 60 anos.

As novas mortes confirmadas nesta semana foram em Foz do Iguaçu, no oeste, Teixeira Soares, nos Campos Gerais, e Itaúna do Sul, no noroeste, segundo a secretaria.

O boletim indica 518 casos de Influenza confirmados no estado desde janeiro deste ano. Dos casos confirmados, 27% são de pessoas com mais de 60 anos.

Conforme a Sesa, quatro municípios (Cambará, Francisco Alves, Iporã e Itaúna do Sul), que tiveram confirmações da doença nesta semana, ainda não tinham registros neste ano. Segundo a secretaria, isso reforça a necessidade de prevenção.

Segundo o chefe da Divisão de Doenças Transmissíveis da Sesa, Renato Lopes, algumas medidas são indispensáveis para combater a gripe.

“Entre elas estão a higienização das mãos, principalmente antes de consumir alimentos, cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir, não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres, manter ambientes arejados e seguir hábitos saudáveis de alimentação balanceada”, afirmou.

De acordo com ele, os sintomas, em geral, são o aparecimento súbito de febre, calafrios, mal-estar, cefaleia (dor de cabeça), mialgia (dores musculares), dor de garganta, prostração, tosse seca, diarreia, vômito, fadiga, rouquidão, hiperemia conjuntival, entre outros.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here